Bateria oxidada

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Magnussp em Seg 21 Jul 2008 - 12:35

Olha,não sei se vou dizer besteira,mas se eu fosse vc,deixaria a bateria desligada totalmente do carro,e quando chegasse de viagem,colocaria ela numa carga lenta de 24hs e depois ligaria ela no carro de volta...... Neutral.

Magnussp
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 305
Data de inscrição : 14/04/2008
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por França em Seg 21 Jul 2008 - 13:50

Eu simplesmente deixaria a bateria desconectada, nesse período ( 5 semanas ) ela não descarrega.

França
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1402
Data de inscrição : 25/06/2008
Sexo : Masculino País : Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por kristk em Seg 21 Jul 2008 - 14:14

França.


Vc diz, desconectar os dois cabos e retirar ela do compartimento deixando-a fora do carro?

kristk
Usuário Bronze
Usuário Bronze

Número de mensagens : 249
Data de inscrição : 11/02/2008
Sexo : Masculino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por França em Seg 21 Jul 2008 - 14:17

Não precisa retirar, apenas desconectar.

Abraços.

França
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1402
Data de inscrição : 25/06/2008
Sexo : Masculino País : Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Magnussp em Seg 21 Jul 2008 - 14:18

Isso.eu apenas sugeri retira-la pra facilitar na hora de dar uma carga se for necessário.aliás,se for retira-la do carro,coloque-a num lugar seco e em cima de um toco de madeira,nunca coloque uma bateria diretamente no chão.

Magnussp
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 305
Data de inscrição : 14/04/2008
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Lobo em Qua 23 Jul 2008 - 13:57

Maluhy, Andre,

O que acham ?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
por Ângelo Peixoto

"Chupeta": como conectar duas baterias

Quando descobri este site pensei que fosse apenas "mais um" sobre automóveis, com as tradicionais "perfumarias". Para minha surpresa, ao explorá-lo constatei a riqueza de assuntos e o elevado grau técnico na abordagem.
Ouvi dizer que um veículo com injeção eletrônica, quando está com a bateria sem carga não pode receber carga de outro veículo (a conhecida "chupeta"), sob pena de queimar o módulo da injeção por sobrecarga. Como é possível haver sobrecarga, sendo que existe um dispositivo que limita a 12V a tensão gerada pelo alternador?
Se a afirmação é verdadeira, onde se origina a sobrecarga? E no caso inverso (um carro com injeção fornecendo carga para um carro carburado), existe também esse risco?
Roberto Poli
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
São Paulo, SP


A tradicional "chupeta" entre veículos não é prejudicial, mesmo para veículos com injeção. Esta prática é muito comum até nos departamentos de engenharia dos fabricantes. É claro que deve ser seguidos critérios mínimos de bom senso para que não se tenha problema.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
O sistema elétrico do veículo é dimensionado para trabalhar com tensão entre 12 a 15 volts e com uma corrente que pode variar entre 15 e 50 ampères, dependendo da quantidade de equipamentos ligados (faróis auxiliares, ar-condicionado, etc.). O controle que existe dentro do sistema mantém a tensão nos níveis mencionados, enviando a corrente que o sistema exigir. No caso de injeção, o módulo de controle só começa a funcionar a partir de 9 volts. Além disso, existe uma previsão para emergência, como uma sobrecarga ou um curto-circuito, que o sistema está dimensionado para suportar -- por 3 ou 4 segundos no máximo.

Portanto, o uso da chupeta como medida de emergência não prejudica os veículos com injeção. Na prática, existem relatos de sobrecarga se os dois veículos estiverem com os motores funcionando ao mesmo tempo. Teoricamente seria necessário fazer um estudo de malhas entre todos os sistemas elétricos envolvidos e, mesmo assim, por se tratar de ligações paralelas, é difícil de imaginar uma sobrecarga. Mas o uso de cabos auxiliares com o veículo "doador" desligado é aconselhável.

Este recurso é tão usado que será colocado abaixo um procedimento para o uso da "chupeta", publicado pela própria NGK -- que também produz baterias -- em um de seus folhetos técnicos.

IMPORTANTE

Certifique-se de que:
1) a bateria auxiliar esteja carregada;
2) os veículos não se toquem e as ignições estejam desligadas.

CONEXÃO

1) conecte o cabo auxiliar positivo ao terminal do polo positivo da bateria descarregada;
2) conecte a outra extremidade do mesmo cabo ao polo positivo da bateria auxiliar -- positivo com positivo;
3) conecte o cabo auxiliar negativo ao polo negativo da bateria auxiliar;
4) faça a conexão final no bloco do motor do veiculo que está com a bateria descarregada -- negativo com bloco do motor. Esta conexão deve ser feita em um ponto não muito próximo da bateria;
5) afaste-se;
6) acione a partida do veiculo com a bateria descarregada. Após o funcionamento do motor, remova os cabos na seqüência inversa à de conexão, isto é, desconecte primeiro o cabo auxiliar negativo, e depois o positivo.



Abraços,

Renato.

Lobo
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1405
Data de inscrição : 22/10/2007
Sexo : Masculino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Xenon em Qua 23 Jul 2008 - 14:20

como a NGK e uma empressa japonessa....alguem deve ter errado na traduçao. Laughing Laughing Laughing
sempre aprendi q ao fazer "chupeta" tem q ligar primeiro o negativo e deconetar primeiro o positivo.
neste "procedimento ngk" manda ligar primeiro o positivo e depois o negativo?
mas eu tbm nao sei se nao pode fazer "chupeta"...(eu fiz sempre e nunca quebrou nada)...

Xenon
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 3114
Data de inscrição : 19/10/2007
Sexo : Masculino País : Inglaterra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Lobo em Qua 23 Jul 2008 - 14:30

O que mais me chamou a atencao foi que o carro da bateria doadora deve estar desligado. Penso que isso deve eliminar a possibilidade de sobrecargas, perigosas para modulos, mas vamos ver a opiniao dos que foram totalmente contra, Maluhy e Andre.

Lobo
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1405
Data de inscrição : 22/10/2007
Sexo : Masculino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Andre Buss em Qua 23 Jul 2008 - 14:59

Eu sou contra por que a Mercedes-Benz é contra. Eu ouvi que chupeta e coisa de maluco ao vivo de pessoas que entendem MUITO. E eu já ví uma Classe E 320 totalmente DOIDA depois de uma chupeta. Não é mais fácil desplugar a bateria, carregar e depois colocar no carro? Eu que não vou expor meus módulos lindos a essas gambis.
Eu já falei com um enenheiro elétrico sobre o assunto e ele me explicou tim tim por tim tim que essa prática é uma bela gambi sim. O cara é cobra (trabalha na APC).
Me desculpe a webmotors, bom eles não sabem nem avaliar Mercedes então boa. Em gol paleo e cia pode até ser agora em carro com CAN de verdade to fora.
Vai ver a Mercedes quis criar uma perfumaria, quem sabe eles que inventaram carro podem inventar até mitos né?

Andre Buss
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 5697
Data de inscrição : 26/11/2007
Sexo : Masculino País : Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por ricky em Dom 29 Mar 2009 - 23:28

Andre,

Depois de conversar muito com vocês sobre o Baby, navegando na Globo.com, achei esse link.:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Ensina como fazer a conhecida "chupeta" no carro, usando de ex. um Baby-Benz!

ricky
Usuário Bronze
Usuário Bronze

Número de mensagens : 52
Data de inscrição : 17/02/2008
Sexo : Masculino País : Brasil

http://jrquaglio.sites.uol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Andre Buss em Seg 30 Mar 2009 - 6:21

Tô fora. Bateria arriou eu ligo no seguro e mando guinchar.
A MB implora para não fazer, e eu já ví Classe S fritar chicote no meio de uma chupeta. Alguma coisa deu no alternador do outro carro e já era.
Bateria eu tenho uma técnica simples a cada dois anos eu troco.

Andre Buss
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 5697
Data de inscrição : 26/11/2007
Sexo : Masculino País : Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Marcos Santos em Seg 30 Mar 2009 - 7:28

O exemplo é tão mal feito que nem indica a posição correta da bateria no Classe A. O uso da imagem do carro deve ser um "apelo" à modernidade.
Sou também contra esta ligação, pois significa colocar duas fontes com valores de tensão diferentes em paralelo.

Marcos Santos
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 270
Data de inscrição : 02/11/2008
Sexo : Masculino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por oldboy em Seg 30 Mar 2009 - 9:18

Também sou contra, nunca se liga nenhum carregador (afinal o carro doador é um carregador, não?) que não tenha limitação da corrente enviada!
Arriscar-se a carregar a bateria com mais de 500 Ampères, danificando mais ainda as placas da mesma e só um incauto (tinha escrito doido, desculpem) faz isto nos dias de hoje onde a eletrônica embarcada praticamente gestiona de tudo nos carros modernos.
Antigamente nos Rural Willis, Renault Gordinis, Fuscas, etc... até que quebrava o galho para te retirar de uma estrada no meio do nada, já que a bateria de dia e naqueles casos só servia mesmo para alimentar o motor de arranque e acender a luz do freio, eventualmente.

Eu mantenho a bateria do meu Classe-A quando esta parado na garagem sempre "flutuando" em 13.4 Volts mas com um dispositivo que limita a corrente para no máximo 1 Ampèr. Assim as memória das varias ECU e do rádio não acabam com a minha bateria caso o carro fique mais de semana parado, o que normal no meu caso.
Para isto sigo as normas da Mercedes (que vende na Alemanha dispositivo parecido) e do fabricante da bateria, que é de gel.

oldboy
Consultor Técnico
Consultor Técnico

Número de mensagens : 627
Data de inscrição : 10/12/2008
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por iveiga em Seg 30 Mar 2009 - 22:16

Srs,

Bateria boa nao descarrega em uma semana.
Ja fiquei 3 semanas fora e o 160 pegou na primeira, sem churumelas.
Bateria ruim, ou acessorios estranho podem "roubar" corrente.

iveiga
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 454
Data de inscrição : 10/11/2008
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por oldboy em Ter 31 Mar 2009 - 8:29

iveiga, é o meu caso. Tenho muita coisa em stand-by, e mesmo sendo pouca corrente que cada um consome, ao se somar todos os dispositivos acaba-se chegando a um número que não pode ser considerado baixo e descarregaria qualquer bateria pois além da corrente de fuga alta, há a piora de ter o carro parado por muito tempo.
Por isto o flutuador.

oldboy
Consultor Técnico
Consultor Técnico

Número de mensagens : 627
Data de inscrição : 10/12/2008
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por ZIG MASTER em Ter 31 Mar 2009 - 14:11

Muito embora eu também não goste de tal prática, tenho que adimitir que já precisei fazer a tal chupeta entre duas Mercedes, pois devido a falta de uso e impossibilidade de ligá-las, acabou arriando a bateria. Em nenhuma delas surgiu qualquer tipo de problema ou defeito decorrente dêste ato.

ZIG MASTER
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 4780
Data de inscrição : 19/03/2008
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo

http://zig.master@terra.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Convidad em Ter 31 Mar 2009 - 14:21

Eu prefiro ter q pedir uma bateria emprestada ou mandar vir uma nova d q arriscar uma chupeta.....e no quesito durabilidade de uma bateria ela num chega a ser nada cara e nem dispendiosa.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por ZIG MASTER em Ter 31 Mar 2009 - 14:24

O problema não é o custo, e sim a agilidade na reparação, e no caso da W203, não correr o risco de ao desligá-la, embora que, com todo o cuidado, acabar desprogramando todo o sistema.

ZIG MASTER
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 4780
Data de inscrição : 19/03/2008
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo

http://zig.master@terra.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Marcus Fausto em Seg 6 Abr 2009 - 19:31

Esse papo de chupeta me deixou meio preucupado , lá vai tem um amigo meu que tem um "ka" que não usa fica parado direto ai a bateria já não deve estar muito boa e vive descarregada e eu sempre faço chupeta com o meu classe a para carregar a dele , achop que estava fazendo mer** e já fiz isso varias vezes.

Marcus Fausto
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 36
Data de inscrição : 19/08/2008
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bateria oxidada

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:29


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum