Alternador E430, dicas?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Alternador E430, dicas?

Mensagem por Mau71 em Sex 31 Jul 2015 - 11:16



Caros, a B4 de um amigo aparentemente está com problemas no alternador e não sou fã de reparos. Alguma dica de quem venda por aqui sem ter que importa-lo? 
Infelizmente os mecânicos adoram reparar isso (assim como compressores de ar condicionado) e assim como o compressor pode ser comprado zero aqui (é o mesmo da sprinter), quem sabe o alternador também tem esta opção.


Abs.
avatar
Mau71
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 466
Data de inscrição : 21/06/2012
Interesses : Autos antigos e fora de série
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alternador E430, dicas?

Mensagem por LuisFendt em Sex 7 Ago 2015 - 13:36



Mas qual o problema? 

Alternador é simples de reparar... eu que nunca tinha aberto nenhum na vida, troquei escovas, garfo, rolamento e regulador em casa quanto instalei um de Astra 120ah no Opala... e compensa pois as peças são bem baratas, o que encarece é a mão de obra!!
avatar
LuisFendt
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 17
Data de inscrição : 16/01/2015
Interesses : Mercedes e Opala
Sexo : Masculino Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alternador E430, dicas?

Mensagem por Leon 1.6 em Sex 7 Ago 2015 - 15:22



Conforme o catálogo eletrônico da Valeo Portugal, o alternador usado pelo W210 E430 (210.070), em sendo o de 90 A, seria o mesmo usado pela Sprinter com motor 111.979 até 02/2006, código Valeo 437713 (produto descontinuado).

Mas sendo o alternador de 150 A, a partir ano fabr. 09.97, a part. do n.º chas. B435527, Código do motor 113.940, a part. do n.º chas. X065665, Tipo cx. veloc. 722.623,722.632, já seria o de código Valeo 440452, sem indicação de uso noutros veículos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Mas eu concordo com o confrade Luis, o alternador é um dos poucos componentes de um carro em que tenho confiança em repará-lo... até a Bosch vende/vendia alternadores remanufaturados.
avatar
Leon 1.6
Usuário Ouro
Usuário Ouro

Número de mensagens : 588
Data de inscrição : 16/06/2010
Interesses : Antigomobilismo
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alternador E430, dicas?

Mensagem por Antônio Elias em Sex 7 Ago 2015 - 15:27



O que está acontecendo no alternador dessa B4?

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Antônio Elias
Moderador
Moderador

Número de mensagens : 13638
Data de inscrição : 24/07/2010
Interesses : Mercedes !!!
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : Minas Gerais
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alternador E430, dicas?

Mensagem por Mau71 em Sex 7 Ago 2015 - 17:00



Mestre Antonio Elias, alternador apresenta undervoltage, ou seja, nao atinge a voltagem correta. Quando muito ele chega a 11,5V.

Sobre a teoria do reparo, Leon e Luis, fiz isso algumas vezes durante a minha vida. A conclusão que cheguei é que o reparado nunca dura o mesmo que um novo, com agravantes, como por exemplo no caso do uso de um retificador vagabundo (ja discutimos uso de peças da marca Gauss por aqui).

Os "recondicionadores" de alternadores fazem o que? Abrem, limpam, trocam os rolamentos/buchas, escovas, regulador de tensão? Isso basta? Talvez. Talvez porque o induzido não é trocado. No induzido circula corrente. Para quem ja encostou em um alternador quente, sabe que ele esquenta bastante (seja por absorver temperatura do motor, seja porque ele próprio aquece). Ocorre que o fio do induzido é envernizado. O verniz cozinha, envelhece, descasca. E qual a função do verniz? Isolar o fio. Um verniz descascado, é uma (ou mais) espiras em curto, que deixa de se comportar como deveriam. Estamos falando de veiculos de 15 anos, mais de 100.000km. De que adianta trocar tudo e não trocar o induzido? Vai funcionar, claro,  mas nao vai funcionar como novo. Isso porque o cidadão que está fazendo o reparo não tem ferramental para avaliar o induzido. Ou vocês acham mesmo que o fulano sabe exatamente quanto que cada bobina do induzido daquele modelo especifico de alternador deveria dar? 

Desta forma, considerando o custo, a facilidade da propria fábrica remanufatura-los e o investimento de mão de obra (acrescidos de deslocamentos e tempo para deixar e pegar o veiculo), para mim faz muito mais sentido colocar uma peça nova.

Falo isso porque sei executar o trabalho e sem modéstia, melhor do que muito autoelétrico que há por ai (na verdade, já vi autoelétrico famoso fazer cada bestialidade....). Por entender que trocar 90% das peças não garante que ele terá uma longa vida útil, por que não investir em um novo (ou remanufaturado pela fabrica) que durará mais 10 ou 15 anos? A economia em mão de obra paga o investimento maior na peça e acima de tudo na tranquilidade. O mesmo conceito vale para motores de arranque.

O veículo em questão (uma e430 b4 1998) usa um alternador igual ao da minha (99) usa o bosch de 150A. Pedimos um da autohaus e estamos aguardando. No embalo ja vem correia, esticadores e mais uma ou outra tralha para aproveitar frete.

Quando chegar e estiver instalado, mando mais notícias.

abs.
avatar
Mau71
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 466
Data de inscrição : 21/06/2012
Interesses : Autos antigos e fora de série
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alternador E430, dicas?

Mensagem por Antônio Elias em Sex 7 Ago 2015 - 23:30



Grande Mau, aquele enrolamento/induzido de alternador é a única parte que não gosto de mandar recondicionar, fiz isso num Mustang GT e aprendi, nunca mais, partes restantes como diodo, placas e etc acho tranquilo..  

A mão-de-obra para recuperação de alternadores na minha região é tranquilo e viável, agora não resta dúvida que um novo é caro mas de fato tem a vantagem que se esquece de manutenção por muuuito tempo.

Você vai vender esse que está apresentando problema? Pode ser apenas o regulador de voltagem mesmo ou defeito simples de corrigir no diodo, para você que é engenheiro elétrico é mole. rsrsrsrs

Logo após compra da minha W163, o Suv apresentava variação de carga que refletia com visível variação nas luzes,faróis e etc, condenaram o alternador, levei num amigo que trabalha com recondicionamento, o reparo foi apenas um "passe" num eixo da peça (não me recordo o nome no momento), enfim está rodando normalmente há 4,5 anos e o serviço me custou R$ 80,00 na época, ou seja cada caso um caso, ou não?

Abraços,

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Antônio Elias
Moderador
Moderador

Número de mensagens : 13638
Data de inscrição : 24/07/2010
Interesses : Mercedes !!!
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : Minas Gerais
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alternador E430, dicas?

Mensagem por Rafael M. em Dom 9 Ago 2015 - 3:36



Mau71, boa essa sua visão sobre o alternador. Queria ter pensado isso antes, semana retrasada eu precisei trocar o regulador de voltagem do alternador da minha (Bosch 80A) e o mecânico (também especialista em elétrica) resolveu retirá-lo e checar TUDO. Ficou umas duas horas limpando ele todo e checando inúmeras coisas no multímetro. Dei carta branca pra trocar o que fosse preciso e segundo ele, o alternador da minha nunca tinha sido aberto, e mesmo assim tirando a sujeira interna, só o regulador mesmo, que no caso da minha é o Bosch 032. Achei que o mesmo durou pouco, afinal ele foi trocado há nem 15 mil Km atrás.
avatar
Rafael M.
Moderador
Moderador

Número de mensagens : 609
Data de inscrição : 23/07/2012
Interesses :  
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : Minas Gerais
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alternador E430, dicas?

Mensagem por Mau71 em Seg 10 Ago 2015 - 0:57



Grande Antonio Elias,

Possível reparo certamente há, prova disso é que a própria fábrica os recondiciona. A minha decisão por troca é baseada na pura descrença dos eletricistas conseguirem avaliar o estado do induzido (nem por incompetencia e sim pela diversidade de modelos, como eles vão saber qual o parâmetro correto?). Pelo que entendi, eles deram um passe no coletor (onde as escovas dão contato no induzido). É normal formar esse degrau. Quando trocamos as escovas geralmente nivelamos com uma lixa, o material alí é cobre grosso e tem boa margem para isso.

O lance é minimizar retrabalhos, por isso a troca.

abs
avatar
Mau71
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 466
Data de inscrição : 21/06/2012
Interesses : Autos antigos e fora de série
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alternador E430, dicas?

Mensagem por mercor em Seg 10 Ago 2015 - 23:59



Caro Mau71 e outros confrades:

O nosso alternado é esse:
0 123 520 006      (Nun Bosch do que esta no meu carro) já conferido na concessionária.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


O que me causou surpresa é que ao olhar a referência  no próprio alternador , que é original , lá na Divena, é que descobrimos uma inscrição nele    ( 90a a 150a) gravado na carcaça do mesmo. Disseram que é pelo fato do mesmo trabalhar de acordo com a solicitação da parte elétrica do carro.
Vejam também que ele é trifásico.


Forte abraço 


mercor
avatar
mercor
Usuário Bronze
Usuário Bronze

Número de mensagens : 158
Data de inscrição : 04/11/2007
Interesses : Viver a vida....
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum