Mercedes-Benz CLC confirma vocação esportiva

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mercedes-Benz CLC confirma vocação esportiva

Mensagem por ATS em Sab 21 Mar 2009 - 22:42



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cupê fabricado em Minas Gerais começa a ser vendido no país por R$ 124.900


Desde que a produção do Mercedes-Benz Classe A foi interropida, em abril de 2005, a fabricante alemã não comercializava um modelo produzido em solo nacional. Não comercializava porque, desde fevereiro do último ano, o CLC, cupê de duas portas para quatro passageiros, já era fabricado em Juiz de Fora (MG) – que, aliás, é a única no mundo a produzir o modelo –, mas apenas para importação.

O veículo é vendido predominantemente na Europa, mas atinge mercados como África do Sul e Austrália desde março de 2008. Na fábrica mineira são produzidos de 92 a 94 carros por dia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cupê começa a ser vendido no Brasil, onde é produzido desde 2008


Galeria de fotos Confira imagens na galeria.

Após resolver toda a burocracia envolvida em termos de homologação e nacionalização, a Mercedes passa a oferecer o cupê também ao consumidor brasileiro por R$ 124.900, para concorrer com Audi A3 e BMW Série 1. O CLC 200 Kompressor chega às concessionárias neste mês para substituir o Sports Coupé, que vendeu cerca de 320 mil unidades em todo o mundo desde 2001.

Com a mesma frente do sedã Classe C, o cupê traz traseira com linhas clássicas, sem muita ousadia, para combinar com a dianteira imponente. Devido à inclinação acentuada do caimento do teto para a traseira, a visibilidade fica um pouco comprometida.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Caimento acentuado do teto compromete a visibilidade traseira


Em test-drive realizado entre o Rio de Janeiro e Juiz de Fora, o CLC mostrou suas características esportivas e a potência da engenharia alemã. A estrada uniforme e sinuosa foi palco para o show dado pelo modelo, cujo ponto forte é a extrema estabilidade, mesmo nas curvas em velocidades bastante altas.

O carro gruda no chão e transmite grande sensação de segurança ao motorista. Isso também graças à suspensão Direct Control, que conta com amortecedores capazes de detectar o tipo de condução do veículo e alterar sua configuração automaticamente, oferecendo mais conforto ou esportividade de acordo com a necessidade.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Modelo é confortável na dianteira, mas espaço atrás é pequeno


Equipado com motor 1.8 Kompressor, sobrealimentado por compressor volumétrico, que gera 184 cv (cavalos) de potência máxima e 25,5 kgfm de torque, o CLC mostrou-se bem espertinho na estrada, beirando os 200 km/h sem muito esforço.

O câmbio automático de cinco velocidades também se adapta com destreza ao modelo, com trocas priorizando a esportividade, mas sem deixar de lado o conforto. Segundo a fábrica, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 8,6 segundos e o consumo de combustível em precurso combinado (estrada e cidade) é de 12,3 km/l.

No quesito conforto, um problema: o espaço nos bancos traseiros é um pouco apertado. Se o motorista for mais alto e afastar o banco para poder dirigir, por exemplo, quem se sentar atrás dele ficará bastante incomodado. Em compensação na frente o espaço é bem generoso, além do confortável devido aos bancos esportivos que envolvem o corpo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Motor 1.8 Kompressor leva o carro aos 200 km/h com facilidade


Entre os equipamentos de série, destaque para o monitor colorido no console central, volante multifuncional, sistema de som sensível à velocidade, conexão Bluetooth para celulares, sensor de chuva, piloto automático, ar-condicionado de duas zonas, rodas de liga leve de 17 polegadas e farois halógenos mais eficientes, com iluminação de curvas integrada aos farois de neblina, que é automaticamente ativada se o motorista girar o volante ou acionar a alavanca de setas a uma velocidade inferior a 40 km/h.

por THAIS VILLAÇA, enviada especial a Juiz de Fora (MG)
Fonte: Uol Carros

FICHA TÉCNICA
Mercedes-Benz CLC 200 Kompressor
Motor: dianteiro, longitudinal, quatro cilindros em linha, 16V, a gasolina, 1.796 cm³ de cilindrada
Potência: 184 cv a 3.800 rpm
Torque: 25,5 kgfm entre 2.800 rpm e 5.000 rpm
Câmbio: automático de cinco velocidades, com opção de trocas sequenciais por botões no volante
Suspensão: dianteira independente com três braços, McPherson, molas helicoidais, amortecedores a gás e barra estabilizadora; traseira independente multilink, com molas helicoidais, amortecedores a gás e barra estabilizadora
Freios: a disco nas quatro rodas, com sistema ABS (antitravamento), ASR (controle de tração), ESP (controle de estabilidade) e Brake Assist (assistência de frenagem)
Dimensões: 4,45 m de comprimento; 1,72 m de largura; 1,40 m de altura; 2,71 m de entreeixos
Peso: 1.480 kg
Tanque: 70 litros
Porta-malas: 310 litros

Preço: R$ 124.900
avatar
ATS
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 2424
Data de inscrição : 22/10/2007
Interesses : Mercedes antigas, BMW auto und motorrad, carros e motos antigas, scooters, bicicletas...
Sexo : Masculino Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum