Classe E prova: desempenho não tem a ver com bebedeira

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Classe E prova: desempenho não tem a ver com bebedeira

Mensagem por Sidneydfranca em Dom 21 Jun 2009 - 18:10



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Novo sedã da Mercedes-Benz, por R$ 269,9 mil na versão E 350, prova que é possível fazer carros potentes sem abrir mão de segurança e do baixo consumo

19-06-09) - Depois de realizar as primeiras impressões com o novo Mercedes-Benz Classe E 350, o WebMotors rodou com o carro por mais de 100 km. O percurso começou no município de Ubatuba, litoral Norte de São Paulo, e se encerrou na rodovia Presidente Dutra, na cidade de Taubaté. O trecho, repleto de curvas sinuosas e com subidas íngremes, foi ideal para avaliar uma série de parâmetros do automóvel, que tem um valor sugerido de R$ 269,9 mil.

Antes de começar subir a serra de Taubaté, o WebMotors parou em um posto rodoviário para acertar a posição de pilotagem e os espelhos retrovisores. O banco conta com todos os ajustes elétricos, inclusive para os apoios laterais e para o encosto de cabeça. Do lado do passageiro, a regra é a mesma e todos os comandos estão disponíveis. Um item que faltou, mas que não é muito utilizado no Brasil, é o aquecimento dos estofados. Todo em couro, o banco do Classe E consegue ser confortável sem deixar de lado a conotação esportiva.

Tudo estava pronto para iniciar o percurso de 100 km sentido à rodovia que liga São Paulo ao Rio de Janeiro. A partida é dada com um simples aperto no botão “Start”. A chave só precisa estar em um bolso ou até mesmo na mochila para o “bicho” pegar. Sem aquele exagero de ruídos e chacoalhões, o V6 com quatro válvulas por cilindro de 272 cv e 350 Nm de torque começou a funcionar. Pela frente, uma “dura” serra e um caminho que começa no nível do mar, se encerrando a 580 m de altitude.

Já na primeira curva, o controle de tração começou a funcionar, e conforme o WebMotors ia subindo, o Classe E embalava mais. Toda vez que o sistema que controla a aceleração do automóvel entrava em ação, era acionada uma luz do lado esquerdo do painel. Ela tem aquele desenhinho que mostra um carro patinando, que serve para indicar que você só não saiu da pista por causa da inteligência eletrônica.

A transmissão de sete velocidades, com o sistema 7G-Tronic, pode ser comandada por meio de alavanca aplicada à coluna de direção ou pelas teclas atrás do volante. Durante a serra, usamos a opção por meio das “borboletas” e também as duas opções automáticas: “Comfort" e “Sport”. O câmbio do Classe E foi preciso e rápido quando estava na seleção de trocas manuais e um pouco mais lento quando o rodar era por meio da função totalmente automática. O tempo de resposta da pisada no pedal, o chamado kick-down, que reduz as marchas, era um pouco maior em comparação com a “tocada” de seleção manual.

Se na primeira impressão o WebMotors constatou que um dos trunfos do Mercedes-Benz sedã era a suspensão com amortecedores adaptáveis, este detalhe foi confirmado durante a subida. Como eles automaticamente se adaptam à situação de direção a cada momento, não houve solavancos durante a viagem. O modelo avaliado pelo WebMotors usa na dianteira três braços, com molas helicoidais, amortecedores a gás e barra estabilizadora. Na parte traseira há multilink com barra estabilizadora. Mesmo para quem viaja no banco traseiro a sensação é de segurança, sem enjôos.

Os pneus de baixa resistência a rodagem seguram bem, porém suas medidas, 245/40 ZR18 na dianteira e 265/35 ZR18 na traseira, calçadas com rodas de liga-leve, fazem com que sutis barulhos ocorram no interior do veículo. Afinal, o carro não foi feito para rodar em pisos irregulares. Ele é um verdadeiro comedor de asfalto.

Na apresentação do Mercedes-Benz Classe E, dissemos que a tecnologia BlueEFFICIENCY faz o carro registrar um consumo médio de 10,3 km/l. Com o carro totalmente abastecido, conseguimos rodar até o final da serra antes de o ponteiro analógico baixar à metade da capacidade do tanque.

Levando em conta que para chegar ao pé da serra o carro rodou por volta de 200 km, o Mercedes-Benz Classe E 350 registrou uma média de 8,5 km/l. No tanque do sedã cabem 89 litros de gasolina, sendo que nove são do tanque reserva.

Outro ponto que torna o carro um verdadeiro “amigo” do ambiente é o coeficiente aerodinâmico de 0,25. Para chegar neste número foram adotadas entradas de ar ajustáveis, que controlam o fluxo para o compartimento do motor de acordo com a necessidade. Outra medida é o controle de economia de energia para o alternador, bomba de combustível, compressor do ar condicionado e direção hidráulica.

Com um peso declarado de 1.735 kg, o Classe E é um sedã esportivo de mão cheia. Basta ver que a relação peso/potência é de 8,6 kg/cv. A subida terminou e o WebMotors pára para tomar um café.

Com sono você não dirige

O Mercedes-Benz Classe E 350 tem um sistema denominado de “Attention Assist”. Ele detecta a atenção do motorista e o alerta em caso de sintomas de sonolência. Esse sistema conta com sensores que monitoram continuamente mais de 70 parâmetros diferentes. Ele observa, por exemplo, como o motorista virou o volante, se está pisando pouco no acelerador ou até se as trocas de marchas não são efetuadas. Segundo a Mercedes, anos de pesquisas práticas feitas pelos engenheiros mostraram que os motoristas sonolentos fazem pequenos erros de esterçamento que corrigem frequentemente muito rápido de formas características. Essas correções são reconhecidas por um sensor de ângulo de alta sensibilidade.

Se o motorista estiver com a idéia de cochilar ao volante, uma luz no painel acende indicando que é necessário estacionar e dormir um pouquinho. Sugestivamente o símbolo da sonolência é uma xícara de café.

Para estacionar 4,86 m de comprimento e 1,85 m de largura

O Classe E tem sensores que ajudam e ensinam o motorista a estacionar. Por meio de sensores, ele indica uma vaga e mostra a manobra no painel central. Com uma flecha digital, ele sugere o esterçamento e a distância necessária a ser percorrida. O WebMotors usou o sistema denominado de Direct-Steer system (sistema de esterçamento direto) por mais de uma vez. Incrível! Independentemente da vaga, o carro consegue ficar posicionado exatamente a 50 cm do meio fio.

Outro fator que ajuda é a câmera localizada na parte traseira. Como um espelho convexo, ela mostra uma boa área. Além disso, o Classe E tem sensores nas laterais que indicam a proximidade de obstáculos.

Quanto vale o show?

O Mercedes-Benz E 350 tem um valor sugerido de R$ 269,9 mil. Há uma segunda opção de acabamento que ainda não está disponível no Brasil. Trata-se da Avantgarde Executive, que custará R$ 299,9 mil. Entre os equipamentos de série desta versão estão: persianas do vidro traseiro, sintonizador de TV, telas de DVD no encosto do passageiro e do motorista para os ocupantes do banco traseiro, sistema de câmera para estacionamento e fones de ouvido.

O modelo E 500, que chega em setembro, sai por R$ 375 mil. A Mercedes-Benz acredita que venderá até 200 unidades do Classe E 350 durante o último semestre de 2009. No ano passado, a marca emplacou 130 unidades do E. Os concorrentes do Mercedes no Brasil são os compatriotas das marcas BMW e Audi.

O Audi A6 equipado com um V6 de 3,2 litros tem um valor sugerido de R$ 273 mil. Já o BMW 530i de 3-litros e 258 cv custa R$ 288 mil.

FICHA TÉCNICA – Mercedes-Benz Classe E Avantgarde

[/center]

MOTOR Quatro tempos, V6, refrigeração a água, 3.498 cm³
POTÊNCIA 272 cv a 6.000 rpm
TORQUE 350 Nm a 2.400 a 5.000 rpm
CÂMBIO Automático de sete velocidades
TRAÇÃO Traseira
DIREÇÃO Por pinhão e cremalheira; eletromecânica
RODAS Aro 18”, de liga-leve
PNEUS 245/40 ZR18 na dianteira e 265/35 ZR18 na traseira
COMPRIMENTO 4,86 m
ALTURA 1,44 m
LARGURA 2,07 m
ENTREEIXO 2,87 m
PORTA-MALAS 540 l
PESO (em ordem de marcha) 1.735 kg
TANQUE 80 l (9 l reserva)
SUSPENSÃO Dianteira: Independente, três braços, molas helicoidais, amortecedores a gás e barra estabilizadora. Traseira: Independente, multilink, molas helicoidais, amortecedores a gás e barra estabilizadora
FREIOS Discos ventilados nas quatro rodas, ABS, ASR, Brake Assist e ESP
CORES Preto Obsidian, Verde Periclasse, Azul Tanzanita, Preto Formal, Marron Cuprite, Azul Índigo, Bege Perola, Cinza Tenorita, Branco Calcita, Prata Irídium, Prata Paladium e Cinza Indium
PREÇO R$ 269,9 mil (Executive R$ 299,9 mil)
Rodrigo Samy viajou ao Rio de Janeiro a convite da Mercedes-Benz do Brasil


Última edição por ATS em Dom 21 Jun 2009 - 22:08, editado 3 vez(es) (Razão : Formatação.)
avatar
Sidneydfranca
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 297
Data de inscrição : 16/09/2008
Interesses : Carros, peças, amizades.
Sexo : Masculino País : Brasil
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Virá com injeção direta 299 cv ?

Mensagem por Texaco em Sab 21 Ago 2010 - 22:45



Prezados amigos

No ano passado ( acho julho de 2009 ) a nova série E chegou no Brasil , com o já conhecido motor modelo 350 com 272 cv.

Na imprensa disseram que o motor com injeção direta e 299 cv não conseguiu se adaptar com a nossa gasolina ....

Agora a Mercedes está trazendo a nova série C 200 CGI com injeção direta ....

Vcs sabem se a Mercedes trará a série E com injeção direta ( 299 cv ) e aposentará o motor com 272 cv na linha 2010/2011 ?

Grande abraço
Texaco
avatar
Texaco
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 9
Data de inscrição : 21/12/2008
Interesses : Xxxx
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Classe E prova: desempenho não tem a ver com bebedeira

Mensagem por Texaco em Dom 22 Ago 2010 - 15:40



Somente para constar... o novo motor da futura CLS 350 terá 306 cv segundo o site Notícias Automotivas..... depois esse motor com quase certeza equipará a nova série E.....


Grande Abraço

Texaco

avatar
Texaco
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 9
Data de inscrição : 21/12/2008
Interesses : Xxxx
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo
Advertências : Sem restrição

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Classe E prova: desempenho não tem a ver com bebedeira

Mensagem por Conteúdo patrocinado




Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum