Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Convidad em Sex 28 Nov 2008 - 0:14

Pessoal,

Em razão do incidente com o Xenon, procurei um pouco mais a respeito de recall e encontrei esse site que me pareceu bem completo.

http://www.nhtsa.dot.gov/

e esse é o link para acessarmos a lista de recalls.

http://www-odi.nhtsa.dot.gov/cars/problems/recalls/recallsearch.cfm

Acho que TODOS deveriam dar uma pesquisada a respeito dos proprios carros.Muitos de nós possuem carros com mais de 10 anos, importação independente, embaixadas etc.  A minha W108 1971, no ano passado, teve um defeito em uma valvula que liga o hidrovacuo com o motor e o carro ficou com o freio muito mais duro. Não aconteceu nada, mas assusta um pouquinho. Essa defeito estava previsto para o modelo.

Make: MERCEDES BENZ Model: 280
Model Year: 1971
Manufacturer: MERCEDES-BENZ USA, INC.Mfr's Report Date: APR 30, 1971
NHTSA CAMPAIGN ID Number: 71V073000 N/A
NHTSA Action Number: N/A
Component: SERVICE BRAKES, HYDRAULIC:POWER ASSIST:VACUUM:HOSES, LINES/PIPING, AND FITTINGS
Potential Number of Units Affected: 16107
Summary:
Consequence:
Remedy:
Notes:
MERCEDES BENZ SERVICE BULLITIN NO MB-T 278. MANFD FROM MID MA RCH TO SEPT.30, 1970. POSSIBILITY THAT CHECKVALVE OF VACUUM LINE FROM BRAKE BOOSTER TOINTAKE MANIFOLD MIGHT DEVELOP CRAC KS, CAUSING BOOSTER SYSTEM ASSIST REDUCTIONAND RESULTING IN P OSSIBLE REDUCED BRAKING CAPACITY. (CORRECT BY REPLACINGLINE AND CHECK VALVE. )

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Maurouts em Sex 28 Nov 2008 - 9:50

João, parabéns!

Mensagem de utilidade pública.

Tirando uma dúvida agora: no segundo site que vc recomendou depois de entrar com todos os dados a respeito de meu veículo foi apresentado somente UM recall que segue abaixo:

Make: MERCEDES BENZ Model: C CLASS
Model Year: 1998
Manufacturer: MERCEDES-BENZ USA, LLC. Mfr's Report Date: NOV 30, 2001
NHTSA CAMPAIGN ID Number: 01V366000 PE01029
NHTSA Action Number: PE01029
Component: ELECTRICAL SYSTEM:BATTERY
Potential Number of Units Affected: 65731
Summary:
VEHICLE DESCRIPTION: PASSENGER VEHICLES EQUIPPED WITH HOPPECKE BATTERIES. THE BATTERY MAINTENANCE SCHEDULE COULD BE LESS THAN NEEDED TO MAINTAIN PROPER ELECTROLYTE LEVELS.
Consequence:
THE LOW ELECTROLYTE LEVELS RESULT IN ACCELERATED BATTERY GRID GROWTH, INCREASED POTENTIAL FOR INTER-CELL RUPTURE AND SPARKING, AND THE POTENTIAL FOR A BATTERY EXPLOSION.
Remedy:
DEALERS WILL INSPECT THE BATTERIES, INCLUDING FLUID LEVELS. SOME BATTERIES MAY BE REPLACED IF NECESSARY, ON A CASE BY CASE BASIS. IN ADDITION TO THE BATTERY INSPECTION, THE ADDITION OF LABELS IN THE VEHICLE OWNER'S MANUAL AND ENGINE COMPARTMENT WILL BE INCLUDED TO CONSPICUOUSLY REMIND OWNERS AS WELL AS DEALER AND SERVICE PERSONNEL OF THE NEED TO PERFORM BATTERY MAINTENANCE. OWNER NOTIFICATION BEGAN FEBRUARY 20, 2002. OWNERS WHO TAKE THEIR VEHICLES TO AN AUTHORIZED DEALER ON AN AGREED UPON SERVICE DATE AND DO NOT RECEIVE THE FREE REMEDY WITHIN A REASONABLE TIME SHOULD CONTACT MERCEDES-BENZ AT 1-800-367-6372.
Notes:
ALSO CONTACT THE NATIONAL HIGHWAY TRAFFIC SAFETY ADMINISTRATION'S AUTO SAFETY HOTLINE AT 1-888-DASH-2-DOT (1-888-327-4236).

Check to Request Research. Submit below.

Isso significa que realmente só houve este único recall?

Grato!

Maurouts
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 2214
Data de inscrição : 19/07/2008
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : Minas Gerais

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Convidad em Sex 28 Nov 2008 - 10:28

Mauro,

É provavel, mas esse site tem por base o mercado americano, então certeza absoluta não dá para ter. Para a minha AMG que é 99 tb só aparece isso.Podem haver diferenças para os carros EURO etc. O seu carro é novo e creio que uma pesquisa no google pode confirmar. A minha preocupação maior é com os carros mais antigos, que muitas vezes só estiveram numa concessionária autorizada quando eram novos. De qualquer forma, se alguem tiver algum outro site com o mesmo conteúdo, podemos ir formando um banco de dados.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Maurouts em Sex 28 Nov 2008 - 10:31

Vc tem razão quanto ao foco do site, colocando lá por exemplo, o ano modelo 1997, em referência também há algumas c-230 daquele ano em nosso mercado, NÃO aparece a opção C-Class.

Maurouts
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 2214
Data de inscrição : 19/07/2008
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : Minas Gerais

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Lobo em Sex 28 Nov 2008 - 13:38

http://www.internetautoguide.com/auto-recalls/index.html

Lobo
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1405
Data de inscrição : 22/10/2007
Sexo : Masculino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Convidad em Sex 28 Nov 2008 - 14:42

Lobo,

Legal! Na C 1999 a informação foi igual. Pena que ele não tem as mais antigas.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Convidad 1 em Sex 28 Nov 2008 - 21:23

Amigos,

como exemplo cito a minha 350SL: na papelada que veio com ela, existe uma carta da Mercedes-Benz do Brasil, datada de abril/1977, chamando o carro para uma "verificação" no concessionário mais próximo (infelizmente não diz o motivo).

No site americano aparece somente uma referência aos motores 350 em geral (problema de vazamento de gasolina nos bicos injetores) mas é de 1972.

Com certeza devem existir diferenças entre os carros USA e Euro. Mas é uma boa referência, principalmente para os modelos mais novos.

Abraço!

Convidad 1
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 7918
Data de inscrição : 22/10/2007
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Convidad 1 em Sex 28 Nov 2008 - 21:31

Existe também o Carsurvey, que não é exatamente um site com informações oficiais. Porém, é aberto aos comentários (favoráveis ou não) de proprietários de qualquer marca de carro.

No caso das MBs http://www.carsurvey.org/reviews/mercedes-benz

Em relação às ML, o pessoal desanca completamente o modelo reclamando da baixa qualidade.

O legal é que tem bastante coisa das 116, 123, 126 e é interessante a comparação com os comentários sobre as mais novas (C, E, S).

Abraço!

Convidad 1
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 7918
Data de inscrição : 22/10/2007
Sexo : Masculino País : Brasil
Estado : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

A caixa-preta da indústria automobilística - Defeitos recorrentes -

Mensagem por azevedothomaz em Qui 8 Out 2009 - 23:15

Notícias & Informativos


A caixa-preta da indústria automobilística
(25/2/2003)



Com a entrada em vigor, em 1990, do Código do Consumidor, a relação entre montadoras e proprietários de veículos mudou. Muitos passaram a ser chamados para comparecer à concessionária, a fim de checar eventuais problemas, que poderiam comprometer a segurança do veículo. É o chamado “recall” (chamada de volta).
Através desse “recall”, as montadoras previnem problemas, desgate da imagem do produto e da empresa e, principalmente, ações judiciais.
Mas, o “recall” trouxe à tona a discussão sobre a qualidade dos veículos nacionais. Afinal, segundo editorial publicado no Jornal da Tarde, de São Paulo, em setembro de 1997, de cada 10 carros fabricados no Brasil dois eram convocados pelas montadoras para checar possíveis defeitos graves. Naquele ano, foram mais de 300 mil veículos.
Os recalls são, quase sempre, de problemas que podem colocar o proprietário em risco. São air bags que podem inflar inesperadamente, cintos de segurança e freios que podem não funcionar, carros que pegam fogo sozinhos.

“...em setembro de 1997, de cada 10 carros fabricados no Brasil dois eram convocados pelas montadoras para checar possíveis defeitos graves.”

O cardápio é variado e assustador. As montadoras não demonstram interesse de falar sobre o tema. A RDE – Revista das Estradas tentou, por três meses, informações detalhadas sobre todos os veículos que já passaram por recall no Brasil e apenas a Volkswagen enviou a relação completa e a Fiat, somente dos últimos três anos. Pesquisar pela internet também é difícil, pois nos sites das montadoras não aparece nenhuma informação sobre o assunto. É uma verdadeira caixa-preta, cercada de mistério, principalmente porque as empresas alegam desconhecer a existência de acidente grave, ocorrido em função de defeitos nos veículos convocados para recall.
Para quem vai comprar um carro usado é fundamental saber se o veículo foi objeto de recall e se o proprietário tomou as providências necessárias. Já na avaliação de Roberto Sharp , assessor de imprensa da GM, esse tipo de informação é de interesse exclusivo do proprietário do veículo.
Mas, nos EUA, um site do governo (www.nhtsa.dot.gov) dá a lista completa dos veículos convocados nos últimos 40 anos e os respectivos defeitos. A preocupação das montadoras é natural. Afinal, no último mês de julho, a GM, segundo a imprensa, foi condenada, nos EUA, a pagar US$ 4,9 bilhões para Patrícia Anderson e sua filha, que sofreram graves queimaduras, devido à explosão de um tanque de combustível de um modelo da chevrolet. A Ford também foi condenada, em processo semelhante, a pagar US$ 295 milhões, mas, poderá recorrer.
Obrigadas a comunicar, através de meios de comunicação, a existência de um recall, as montadoras e importadoras utilizam linguagem absolutamente técnica, no mais puro estilo “rebimboca da parafuseta”. A Chrysler, para dizer que os freios da Dakota podem não funcionar, informou assim: “Constatamos a possibilidade, ainda que remota, de insuficiência do torque necessário à adequada fixação de conjuntos de pedaleira/servofreio/cilindro-mestre da embreagem.” A GM convocou proprietários de Astra 99 “por existir a possibilidade de, em alguns veículos, a junta universal desacoplar-se da árvore de direção, levando a anulação do controle direcional.” Tradução: o motorista pode perder o controle da direção e “acoplar-se” a uma árvore na estrada, conforme bem observou Elio Gaspari, em artigo, na Folha de S. Paulo.
Segundo Rui Maldonado, do Procon do Rio de Janeiro, é obrigação das empresas utilizarem linguagem acessível ao consumidor. E alerta que, o número de recalls no Brasil, principalmente em 1997, “é uma catástrofe do ponto de vista técnico”, adverte o professor Maldonado, que é também Gerente do Programa de Estudos e Desenvolvimento do Consumidor da UERJ.

“...as montadoras e importadoras utilizam linguagem absolutamente técnica, no mais puro estilo rebimboca da parafuseta para comunicar os defeitos ao consumidor.”

O recall é gratuito, segundo as montadoras, mas um proprietário de veículo convocado, que resida numa cidade, sem concessionária ou oficina autorizada, deverá arcar com as despesas de viagem, pois as montadoras não oferecem nenhum tipo de ressarcimento ao cliente.
Outro aspecto importante é a falta de perícia. Segundo Fernando Pedrosa, Coordenador do Programa de Redução de Acidentes nas Estradas (PARE) do Ministério dos Transportes, faltam “investigadores independentes de acidentes de trânsito, sem vínculo com o governo ou empresas”. Um motorista que morra ao atravessar a pista e bater numa carreta, poderá ser considerado imprudente ou até acusado de ter dormido ao volante. Mas, sem perícia adequada, fica difícil comprovar a verdadeira razão, principalmente quando o veículo é novo e foi objeto de recall. O Instituto de Criminalística de São Paulo, por exemplo, não é informado dos recalls realizados pelas montadoras. Segundo o Assistente Técnico da Diretoria, José Carlos Laguarda, caso o perito tivesse essa informação, facilitaria muito a investigação. As Polícias Rodoviárias Federal e Estaduais também não são informadas. Muito menos a Justiça e as Seguradoras, em casos de acidentes.


--------------------------------------------------------------------------------

A CHRYSLER DO BRASIL CONVOCA PROPRIETÁRIOS DE STRATUS, MODELOS 98 E 99


A DaimlerChrysler Corporation constatou a possibilidade, ainda que remota, da seguinte ocorrência em algumas unidades Chrysler Stratus, modelos 98 e 99: o tubo do freio traseiro, lado direito, pode estar em contato com a braçadeira do tubo de escapamento. O contato prolongado entre as partes pode, eventualmente, causar a ruptura do tubo e vazamento do fluído, resultando em uma perda parcial do sistema de freio e distância maior na frenagem.
Mesmo que tal ocorrência tenha sido constatada somente em algumas unidades, por medida de segurança, a Chrysler do Brasil está convocando os proprietários dos veículos listados abaixo a comparecer à concessionária autorizada Chrysler de sua preferência para verificação e, se necessário, realização dos reparos pertinentes gratuitamente.

Lista de Chassis:
De VN 101362 até VN 207441 - De WN 211649 até WN 550823 - De XN 687104 até XN 687180
Obs.: Entre os intervalos acima citados, existem veículos que não foram destinados ao mercado brasileiro.

A Chrysler do Brasil coloca à disposição de seus clientes, em caso de dúvida ou para maiores esclarecimentos, o telefone 0800 17 4600, de 2ª a 6ª feira, das 8h às 20h. A ligação é gratuita.
O prazo de validade para atendimento desta convocação é de 90 dias a partir desta data.
Com estas iniciativas, visamos assegurar a máxima satisfação de nossos clientes, garantindo a qualidade, segurança e confiabilidade de nossos produtos.

Chrysler do Brasil Ltda.


--------------------------------------------------------------------------------
ALGUMAS DAS MAIORES CONVOCAÇÕES
Marca/ Modelo/ Ano - Defeito
FIAT/ Tipo/ 1993, 94 e 95 - Direção hidráulica e mangueiras de combustível
Daimler-Chrysler/ Dodge Caravan/ 94 e 95 - Airbag
GM/ Omega CD/ 99 - Airbag
BMW/ Série 3/ 99 - Freios e Airbag
FORD/ Escort Station Wagon/ 97 e 98 - Aros das rodas de aço
FORD/ Courier Catálogos P415 e P416/ 98 - Aros das rodas de aço
VOLKS/ Gol 1.6, 1.8 e 2.0/ 96 e 97 - Direção Hidráulica
GM/ Astra GLS e GL/ 99 - Junta de direção
Chrysler/ Dodge Dakota/ 98/99 - Cinto de segurança e freio
GM/ S-10 e Blazer/ 96 e 97 - Suspensão

--------------------------------------------------------------------------------

Nos últimos tempos vem crescendo o número de montadoras que chamam proprietários de automóveis para reparar gratuitamente defeitos de fábrica. Aqui no Brasil só acontece o recall com a iniciativa da empresa, ao contrário dos EUA, onde o governo obriga a montadora a fazer a convocação, quando necessária. A seguir, uma lista de alguns recalls no Brasil desde 1990.

Ano de convoção - Veículo ano /modelo - Motivo
CHEVROLET
1990 - Kadett/Ipanema 90 - Troca do cabo solenóide da marcha lenta do carburador
1991 - Opala/Diplomata/Comodoro 91 - Recalibragem da válvula proporcionadora do cilindro mestre do freio.
1991 - Monza/Kadett/Ipanema a gasolina 91 - Troca dos protetores da mangueiras do canister
1992 - Omega 93 - Troca da mangueira da bomba de combustível
1992 - Chevette/Chevy 500 92 - Troca do módulo do sistema de ignição
1994 - Picapes Bonanza/Veraneio 93 - Troca de componentes do sistema de freio traseiro - em alguns também do cabo do freio de estacionamento, sapatas e válvula proporcionadora
1994 - Corsa 94 e 95 - Troca da caixa de direção
1995 - Monza 4 portas 93, 94 e 95 - Troca dos parafusos de fixação do cinto de segurança dianteiros com regulador de altura da coluna central
1996 - S 10/Blazer 96 - Troca das mangueiras flexíveis dos freios dianteiros
1996 - Vectra 97 - Inspeção dos braços inferiores de controle da suspensão
1997 - Vectra 98 - Troca das porcas de fixação do subchassi traseiro e dos suportes dos braços de controle traseiro
2000 - Corsa/S 10 e Blazer 2000 - Verificação do sistema de direção
FORD
1995 - Fiesta importado - Instalação de presilhas no conector do tubo de combustível
1996 - Fiesta (toda a linha) - Troca da mangueira de alta e baixa pressão do sistema hidráulico da embreagem e reparo do cilindro-mestre e das gaxetas do sistema de freio
1996 - Versailles/Royale 93 a 96 Escort/Verona 94 a 96 - Troca das mangueiras de alimentação e retorno de combustível
1996 - Escort/ Verona/ 95 Caixa de direção hidráulica defeituosa
1998 - Escort/Mondeo/Scorpio/98 Luz do air-bag do painel ascende frequentemente
FIAT
1991 - Uno 1.5 R/1.6 R 89 a 91 - Troca das rodas de liga leve
1992 - Uno/Elba/Prêmio/ linha comercial 91 e 92 - Troca da central de ignição incorporada ao distribuidor
1993 - Tempra 92 e 93 - Troca do tubo tomada de vácuo do servofreio
1996 - Tipo 1.6 importado 93, 94 e 95 - Troca do tubo convergedor do ar quente, das tubulações de combustível e da mangueira de óleo da direção hidráulica
1997 - Tempra Turbo Style 94 a 97 Tempra 8V e 16V (exceto Turbo e Style) - Troca do cilindro-mestre servofreio, dos tubos de combustível e de recirculação do óleo no radiador. Verificação e troca das rodas de liga-leve VOLKSWAGEN
1996 - Santana/Quantum/Logus/Pointer/Gol/Parati equipados com injeção eletrônica de 93 a 96 - Troca das mangueiras de alimentação e retorno de combustível
1997 - Gol/Parati/Saveiro 97 - Troca do parafuso de fixação da coluna de direção mecânica
1997 - Gol/Parati/Santana/Quantum 96 e 97 com direção hidráulica - Troca do suporte fixado ao bloco do motor CHRYSLER
1997 - Neon e Jeep Grand Cherokee 97 - Troca do módulo de controle eletrônico do air-bag
1997 - Dodge Dakota 97 - Verificação do cinto de segurança e do torque de aperto dos parafusos que fixam o conjunto de pedaleira/servofreio/cilindro-mestre da embreagem
2000 - Gol 1.0/ 99 Problema no engate da primeira e da segunda marcha
CHRYSLER
1997 - Neon e Jeep Grand Cherokee 97 Troca do módulo de controle eletrônico do air-bag
1997 - Dodge Dakota 97 Verificação do cinto de segurança e do torque de aperto dos parafusos que fixam o conjunto de pedaleira/servofreio/cilindro-mestre da embreagem
MERCEDES-BENZ
1996 - Série C 95 - Troca da trava do capô
1999 - C,E,S e SL /95/96 Bolsa inflável do motorista
1999 - Classe M/ Chassi até n° A134522 Fivela do cinto de segurança
AUDI
1994 Audi Avanti 80 2.6 Irregularidade no miolo da ignição
1995/96 A4 ,A6, A8 Luz do air-bag do painel ascende freqüentemente
RENAULT
1997 Laguna, Clio e Twingo Luz do Painel ascende freqüentemente PORSCHE
1996 Porsche 911/96 Luz do air-bag do painel ascende freqüentemente

TELEFONES DE ATENDIMENTO DAS MONTADORAS
GENERAL MOTORS - 0800-19-4200
FORD - 0800-90-3673
FIAT - 0800-99-1000
VOLKSWAGEN - 0800-19-5775
CHRYSLER - (11) 3747-7000
MERCEDES-BENZ - 0800-11-4044

www.estradas.com.br
Fonte: Revista das Estradas

azevedothomaz
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 381
Data de inscrição : 22/09/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recall modelos MB diversos - Defeitos recorrentes -

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 14:35


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum