O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Convidad em Sab 9 Maio 2009 - 0:43

Concordo com o Borg, se tivessem lançado um Classe C, que não custaria tão mais assim, o sucesso poderia ter sido bem maior. O brasileiro aceitaria pagar mais por um carro médio.
Além disso, em alguns paises a MB já deixou em produção modelos que sairam de linha. Seria a mesma coisa de lançar aqui uma W203 OKM, com certeza ainda faria sucesso.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por CMC em Sab 9 Maio 2009 - 11:53

Concordo com o Joao. E complemento que a W203 zero km faria tremendo sucesso aqui porque mesmo sendo de uma geraçao anterior ela ainda da um banho de luxo e tecnologia nos carros nacionais, e nao custaria tao caro.
Mas interessante seria se a Estrela Mae desse liberdade aos projetistas tupiniquins que trabalham na Estrela filial e os deixasse projetar um seda especialmente projetado para o mercano nacional,que poderia se chamar, por exemplo ,Classe N,um modelo que fosse nicho de mercado, posicionado como modelo de entrada com um preço, digamos , uns 20% mais em conta que o Classe B170, por volta de 75 k.
Fazendo um breve exercicio de imaginaçao, ele poderia ter um motor 1.5 litro, com uns 95 hps de potencia, e opçao de motor 1,5 Kompressor,com uns 130 hps ,cilindrada esta obtida diminuindo-se um pouco a cilindrada do motor B170.Este poderia gerar toda uma familia de veiculos, incluindo perua, coupe e conversivel; afinal o B170, apesar de ser um otimo carro, é muito pesado para um motor 1.7 e a ignorancia do mercado teima em querer classificar este monovolume de minivan e compara-lo as Ideas , Merivas, Picassos e Scenics da vida ao inves de considera-lo um modelo de entrada...

CMC
Otimista sempre !

CMC
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1290
Data de inscrição : 03/03/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

http://www.sensibilidadedeescrever.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Danilo_JF em Sab 9 Maio 2009 - 20:46

Olá pessoal, sou novo aqui pois só agora consegui realizar o sonho de ter meu Classe A, apesar de já conhecê-lo a muito. Acabei comprar um Classic preto esmeralda 2005 que completou hoje 35000Km e está muito novo. Estou muito satisfeito com a aquisição.
A respeito da polêmica em torno do tópico, confesso que não li tadas as postagens porque quando começavam as viagens eu desanimava. Trabalho na fábrica ha exatos onze anos, e é daqui que tiro o sustento da minha família. Não somos 600, somos pouco mais de mil. Já fomos muito mais, mas nunca 3000. Opiniaõ minha, como um entusiasta do Classe A e é claro dos demais modelos Mercedes (e porque não os demais alemães), e como alguem que gosta de acompanhar a jovem industria automobilística brasileira (lembrando que o automóvel tem pouco mais de 100 anos). Três pontos foram muito significativos para o Classe A não "vingar": Entre 1996 e 1997, quando se iniciou o projeto, a paridade do dólar em relação ao Real era próxima de 1 para 1, o que jogava o preço das peças importadas para baixo. quando iniciou-se a produção em 1999, a paridade já era perto de 3 reais para um dolar. O que foi comentado sobre o percentual de nacionalização está correto. O percentual provavelmente chegou perto dos 90% mas dentro dos demais 10% estavam peças de alto valor agregado com motor, câmbio, módulos eletrônicos, unidade do ABS. Temos que lembrar que um veículo como o Classe a tem mais de 2000 tipos de peças contando suas variações. Claro que essas peças seriam importadas em função de escala de produção. Temos que lembrar que o Classe A tinha um volume de produção muito maior na alemanha. Outro ponto foi o próprio mercado nacional. Também entre 1997 e 1999 projetavam-se atingir em 2000 volumes de produções na casa dos 3 milhões de veículos. O que ocorreu foi justamente a retração do mercado e tais níveis de produção só foram alcançados nos ultimos dois anos. O Classe A ficou dentro do % esperado na sua "fatia" do mercado, mas o mercado não era o esperado. E por ultimo o brasileiro é apaixonado por carro mas não conhece carro. Quanto tempo demorou para aceitar carro de quatro portas? Até hoje tem preconceito com câmbio automático e o grande diferencial do Classe A é justamente o que o brasileiro menos dá importância, a segurança ativa e passiva. Só agora se fala em obrigatoriedade de AIRBAG e ABS, e ainda iam comentendo o erro de colocar a segurança passiva na frente da ativa. Muitos falavam que a Mercedes deveria retiar os AIRBAG's, o ESP e o ABS para baixar o preço. Mas para fazer isso ela teria que retirar a estrela também. Penso que nem assim, pois o smart não tem estrela e tem tudo isso.
Desculpem o texto longo, mas não me contive em deixar aqui a minha contribuição e defesa de um dos melhores automóveis já feitos pela indústria automobilística brasileira.

OBS. Apesar da crise, estamos bem vivos aqui em Juiz de fora (mesmo que a contra gosto de alguns) pois somos estratégicos, somos o B do BRIC.

Danilo_JF
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 40
Data de inscrição : 01/05/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Convidad em Sab 9 Maio 2009 - 20:58

Danilo,

Muito boas as suas colocacöes e batem exatamente com o que foi falado pelo pessoal da fábrica no nosso ultimo almoco. Dolar subindo, mercado caindo e no fim o desenvolvimento de varios fornecedores brasileiros para manterem o carro em producäo. Baixar o nível de seguranca. só tirando a Estrela.
Aproveitando. Se voce puder fornecer a relacao desses fornecedores e o que eles produziam, iria ajudar muito o pessoal do Classe A.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por CMC em Dom 10 Maio 2009 - 9:18

Danilo,
Primeiramente, Para benz pelo seu novo carro, que deve ser mesmo lindo, voce conseguiu realizar o sonho que ainda nao consegui!Boa sorte e felicidades com seu novo companheiro!
Concordo em muita coisa com o que voce disse, mas ressalto que um dos fatos que contribuiram foi o fato de a revista Quatro Rodas ter feito tudo o que pode para denegrir e diminuir o carrinho, E a ignorancia da imprensa em geral, que o considerava uma minivan, coisa que ele nao o é e teimava em compara-lo com as minivans, e o publico passou a considerar erroneamente que o Classe A era muito caro para um carro tao pequeno, o que é um argumento estupido, pois nao leva outros fatores mais importantes em consideraçao.Por isto mesmo levantei a questao, em outro topico, se aversao longa deste carrinho, que so existiu na Europa, nao teria dado mais certo no Brasil do que a versao curta, que foi a vendida aqui.A versao longa tinha exatos 20 cm a mais no comprimento.Talvez esta versao tivesse sofrido menos preconceito no Brasil.O que voce acha?
CMC

CMC
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1290
Data de inscrição : 03/03/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

http://www.sensibilidadedeescrever.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Andre Buss em Dom 10 Maio 2009 - 9:49

É simples. O Classe A não é carro de Brasileiro, logan é carro para Brasileiro.

A MB não sabe apresentar os seus carros de entrada, erra feio nesse ponto.

A alma do Classe A é importada. Assim como o CLC montado aqui.

Não dá para produzir nada aqui sem levar prejú é MUITO imposto.

Classe A 03 para frente é o mais nacional de todos e justamente por isso que a qualidade cai. Os 99/00 são os mais importados de todos e por isso a qualidade é MUITO superior.

Agora chamar o Classe A de carro com tecnologia nacional é só quem numca leu os made nas peças né.

Andre Buss
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 5697
Data de inscrição : 26/11/2007
Sexo : Masculino País : Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Convidad em Dom 10 Maio 2009 - 10:47

André,

Não acho que que porque algumas peças foram produzidas no Brasil, a qualidade do carro iria cair. No mundo atual, praticamente tudo é produzido nos países em desenvolvimento. Uma montadora como a MB, ou qualquer outra de primeira linha, tem condições de manter o controle de qualidade em qualquer planta do mundo. Agora com certeza os impostos matam qualquer comparação de custos.
Com certeza o mercado ainda não tinha maturidade para entender o produto.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por CMC em Dom 10 Maio 2009 - 11:02

O que falta para os brasileiros produzirem peças de qualidade e´maturidade, no sentido de mentalidade esclarecida, culta, evoluida.
Nao que a materia prima nacional seja ruim,mas precisamos aprender com os alemaes e japoneses na hora de caprinhar quando for fazer. Exigir qualidade!
CMC

CMC
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1290
Data de inscrição : 03/03/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

http://www.sensibilidadedeescrever.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Andre Buss em Dom 10 Maio 2009 - 11:04

João, não estou dizendo que por ser feito aqui é pior. Mas as partes que vinham de fora e depois foram feitas aqui são piores.
Não por qualidade de mão de obra, mas provavelmente por questão de custo.

Compare por exemplo a churrasqueira de um Classe A 99 com um 03 para frente. O plástico dos 03 é bem sorvete seco.
Mesmo assim é um padrão MUITO superior aos carros feitos aqui.
Outro exemplo é o adesivo das portas. Os 99 estão com os originais os 01 para frente o adesivo não vale um tiro, é o mesmo usado hoje nos C4 argentinos e cia.
O meu Classe A saiu de fábrica e os adesivos foram trocados por pintura.

Infelizmente o que foi feito aqui que antes vinha de fora ficou muito ruim.

Agora o que é feito aqui nativamente é tudo top.
Inclusive alguns sensores do ESP são feitos aqui. E estão dentro dos MBs tops.

Brasileiro sabe fazer as coisas, se não fosse Brasileiro eu não poderia ter câmbio automático do meu carro. cheers

Andre Buss
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 5697
Data de inscrição : 26/11/2007
Sexo : Masculino País : Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Andre Buss em Dom 10 Maio 2009 - 11:06

@CMC é ruim para fazer peça de qualidade aqui por questão de impostos.

Tirando isso podemos fazer como qualquer país.
No dia que o país apoiar o seu RH vamos detonar.

Andre Buss
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 5697
Data de inscrição : 26/11/2007
Sexo : Masculino País : Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por CMC em Dom 10 Maio 2009 - 13:37

Nao entendi esta de RH, Andre.
O que eu quis dizer é que a cultura dominante neste pais é de fazer as coisas sem um comtrole de qualidade, muita gente acha que por que muitos brasileiros nao exigem qualidade, que se possa fazer as coisas de qualquer jeito que ninguem ira reclamar.
Acho que todo mundo deve exigir qualidade e para isto deve dazer com qualidade, e ter um padrao de qualidade.Eu sou muito critico da sociedade, mas sou coerente porque tenho e exijo de mim mesmo um altissimo padrao de qualidade nas obras que escrevo, nao é a toa que ja tenho 33 anos de carreira literaria e dois premios ganhos.Se as pessoas devem ter um padrao de qualidade para o que faz, as empresas precisam ter a qualidade em mente em primeiro lugar.

CMC
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1290
Data de inscrição : 03/03/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

http://www.sensibilidadedeescrever.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Convidad em Dom 10 Maio 2009 - 18:15

CMC,

A qualidade da nossa industria é muito boa e exportamos para vários países. Alem disso, com a globalização esses coneitos regionais estão desaparecendo, a qualidade da MB aqui é a mesma da MB de lá. O que são diferentes são os mercados, a carga tributária, os incentivos etc.

Eu não lembro da 4rodas ter falado tão mal assim do Classe A, creio que sempre destacaram a segurança e a eletrônica que o carro tinha.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Danilo_JF em Dom 10 Maio 2009 - 20:34

A indústria automobilística brasileira não deve nada a ninguém nos dias de hoje. A questão da qualidade ou não de um veículo ou seus componentes está sim ligada à questão custo. E escala de produção ajuda a reduzir custo. Só um exemplo ligado ao Classe A, o painel (instrumento combinado) era feito aqui no Brasil pela Magnet Marelli e exportado para Rastat para montarem nos Classe A de lá. Quando fizemos a W203 aqui em Jf (por duas vezes) mandávamos para os EUA e ninguém deixava de comprar nossos carros por serem feitos no Brasil. Claro que era em regime de CKD mas a construção da carroceria, a pintura e a montagem final eram nossa. Dá para ter uma boa qualidade a um bom preço mas não dá para fazer milagre. Será que um Tata Nano por 2500,00 dólares iria satisfazer aos frequentadores desse site? Se for só para transportar daqui para alí quem sabe? Mas ser for para transportar com segurança, conforto e prazer acho difícil. Mas é provável que ele tenha sucesso, pois dentro da proposta dele ele é honesto.

Danilo_JF
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 40
Data de inscrição : 01/05/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por kaka_onnet em Dom 10 Maio 2009 - 21:24

Danilo,

Parabens pelas colocações!
Parabens pelo novo Carro!
Parabéns pelas palavras relacionadas a visão do brasileiro sobre segurança. Perfeito.

kaka_onnet
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 5
Data de inscrição : 27/04/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Andre Buss em Seg 11 Maio 2009 - 6:56

Danilo, a placa do Painel não era feita aqui certo?

Andre Buss
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 5697
Data de inscrição : 26/11/2007
Sexo : Masculino País : Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por dspaschoal em Seg 11 Maio 2009 - 10:02

Apenas para conhecimento sobre o CLC.

Minha namorada trabalha na fornecedora das chapas da carroceria e a chapa utilizada pela Mercedes no CLC é de uma especificação muito superior as dos carros nacionais. Para vocês terem uma medida, o custo por tonelada do material utilizado é mais que 2x maior.

Por isso, não importa onde está sendo produzido o índice de qualidade Mercedes é diferenciado !

dspaschoal
Usuário Bronze
Usuário Bronze

Número de mensagens : 95
Data de inscrição : 01/04/2008
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Danilo_JF em Seg 11 Maio 2009 - 21:40

Olá André, não tenho esse nível de conhecimento. É provável que você esteja certo, assim com a informação do dspaschoal também procede. Mas quando eu digo que a indústria automobilística não deve nada a ninguém, eu quero dizer que poderíamos fabricar aqui essas tecnologias sofisticadas, mas são tecnologias caras pelo custo do desenvolvimento e dos própios materiais aplicados e juntando a isso a baixa escala de produção fica inviável e então importa-se. Outro exemplo é o ABS. A Bosch anuciou a fabricação de componentes para o sistema aqui no Brasil, o que deve baratiar o custo do que hoje ainda é considerado um opcional.

Danilo_JF
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 40
Data de inscrição : 01/05/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por CMC em Seg 11 Maio 2009 - 22:53

Joao :

Sinceramente uma revista que compara a Classe A com a Renault Scenic nao pode ser seria.
Ela sempre ressaltou algumas qualidades da baby sim, mas a chamou de "minivan"e aludiu a velha DKW na hora de falar da Classe A semi automatica.Esta revista tem milhares de leitores e exerce influencia de compra forte, muito forte entre muitos deles.
Da para a imaginar o tamanho da responsabilidade desta revista, se os leitores interpretam a materia como tipo a Classe A seja uma minivan com cambio de DKW?Arrasa com a imagem de vangarda tecnologica da Mercedes !E tudo por causa de um jornalista irresponsavel, que nao procurou pesquisar a maravilha tecnologica que é o sistema AKS, e que ele nada tem a ver com o pre historico sistema DKW, ficando so na superficialidade.Muitos leitores tem mais de 40 anos de idade e se lembram das DKW, e poderiam ter achado que nosso carrinho fosse uma lata velha, por achar que a palavra da Quatro Rodas seja Lei, e os jovens,que nunca conheceram a DKW,ao saber que ela existiu nos anos 60 poderiam achar a mesma coisa!
A materia dela em que ela fala estas barbaridades esta exposta aqui mesmo no forum, voce sabe, é só ler com atençao.
O grande problema de classificar a Classe A como minivan consiste em compara-lo as Scenics, Picassos, Merivas e Ideas da vida, o que esta errado.
O unico outro modelo de monovolume que existiu no Brasil foi o Hyundai Atos.Por acaso alguma vez a Quatro Rodas fez um comparativo entre o Classe A e o Hyundai Atos? Jamais !
E porque? Na minha opiniao, porque o Atos levaria uma "lavada", uma "surra" tao grande, tao grande, tao homerica da Classe A, que o Atos teria de voltar envergonhadissimo para a Coreia...
Ficava mais facil para a Quatro Rodas e outras revista compara-lo com minivans.Primeiro , porque politicamente convinha mais, segundo porque uma minivan precisa ser espaçosa e ter porta malas grande,e com 3,57 de comprimento nao da para fazer milagres de espaço e porta malas,ai fica facil criticar a Classe A e dizer que falta espaçp nela, que ela seja pequena demais,etc.Com isto, cega-se o leitor para muitos outros pontos positivos que o carro tem.Esta vendo as manobras politicas que as revistas fizeram para "fazer a cabeça do mercado" contra o Classe A?
Agora va-se comparar o espaço interno da Classe A com o do pequeno Hyundai.Quem oferece mais segurança?O Hyundai tinha um humilde motorzinho 1.0, com a metade da potencia da Classe A.Enfim, nao havia, nem ha comparaçao possivel e nunca dois monovolumes nao poderiam ser mais diferentes um dos outros. Agora, o que a Classe A tem a ver com minivan?Nada, a proposta dele nao é esta.O proprio tamanho dele nao permite ele ser colocado nesta categoria, ainda que eu nada tenha contra as minivans, mas nao tem nada a ver com a essencia da Classe A.
A ignorancia da midia pode nao ter sido o fato causador da morte do nossso carrinho, mas que contribuiu, isto contribuiu.Pode ter certeza absoluta que muita gente que poderia potencialmente comprado a Classe A na epoca que ela foi fabricada porque leu que ela fosse uma minvan pequena demais,e que todas as outras eram mais espaçosas, e sendo uma minivan que nao tinha espaço, passaram a achar que era cara demais para ser tao pequena e que postanto, haviam carros maiores e mais espaçosos pelo mesmo preço ou ate mais baratos,É assim que se detona a imagem mercadologica de um carro, meu amigo.Hoje em dia jornalista automobilistico tem que pensar muito bem no que vai escrever.Suas linhas podem estar encerrando prematuramente a carreira de um automovel...
Que o digam Joao do Amaral Gurgel, a Lada,e varios outras vitimas.
Que saudades da velha revista Motor 3, que nunca detonou nenhum carro nem nenhuma marca, e ainda empregou os melhores jornalistas automobilisticos que o Brasil ja viu..
A grande verdade é: o "stabilshment" tem medo de tudo o que é diferente, rompe conceitos, é revolucionario.E foi justamente uma das empresas mais tradicionais do mundo, que nunca tinha feito um carro pequeno antes, quem fez um pequeno grande carro, uma joia preciosa que entrou para Historia do Automovel para permanecer la pela eternidade.E isto, sinto dizer, Hyundai jamais conseguiu!
Deixe estar- Merivas, Ideas, Scenics, Picassos sao otimos carros, mas nao terao lugar na Historia do Automovel.
Me emociono em dizer que Gottlieb Daimler e Emil Jellinek devem estar se orgulhando da Classe A em seus caixoes- Ela honrou com orgulho o nome da Mercedes Benz até o fim!
E por isto pouco importa saber se ela é mais ou menos nacional ou alemao-nao é isto que o fez o que ela é,importa mesmo o que ela é:
UMA MERCEDES ! Até a ultima peça ...
E tenho dito !
CMC

CMC
Usuário Platina
Usuário Platina

Número de mensagens : 1290
Data de inscrição : 03/03/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

http://www.sensibilidadedeescrever.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Danilo_JF em Seg 11 Maio 2009 - 23:02

Só um detalhe. A Classe a foi descontinuada aqui no Brasil, mas na Alemanha vai bem, obrigado. Claro que evoluiu, como ocorre com qualquer modelo, mas ainda é Classe A. E enfrenta concorrência dentro de casa com a Classe B.

Danilo_JF
Usuário Iniciante
Usuário Iniciante

Número de mensagens : 40
Data de inscrição : 01/05/2009
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Convidad em Seg 11 Maio 2009 - 23:50

CMC,

Desculpe, mas não consegui ver isso que você tanto fala. A 4 rodas falou durante decadas que a estabilidade do Opala era precária e ele foi um sucesso durante 20 anos. A 4rodas cansou de falar que o Fusca tinha baixa potencia e gastava muita gasolina e foi um sucesso que dispensa comentários.

Leia as reportagens com calma. A primeira frase que aparece na reportagem da 190 é que conforto é o ponto alto do Classe A.

Acho que os problemas foram realmente de mercado, alta do dolar, pra variar o Brasil em crise, falta de costume do mercado em ver produtos de alta tecnologia e por aí vai.

Cambio de DKW? Apenas ela fala que existiu uma forma semelhante de dirigir, alias o DKW, era um legítimo representante da industria alemã no seu tempo e realmente tinha várias características bem marcantes e originais para a sua época. Quem acompanhou um pouco do automobilismo brasileiro, vai lembrar que os DKW com pequenos motores 2 tempos faziam milagres.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por thcabral em Ter 12 Maio 2009 - 0:50

Não acredito tanto nessa força da 4R e de outras publicações.
Por gostar do assunto, acabo ajudando um monte de gente a comprar. E, ao contrário do que eu pensava, ninguém que eu conheci comprava revista de carro para se informar sobre os carros que pretendia comprar.
Me parece que quem compra revista de carro é quem gosta de carro e já entende algo de carro.

Hoje em dia, a 4R chama o tempo todo o Fit de minivan. E o carro é um sucesso.
Essas comparações acabam acontecendo mais por preço que por proposta.

thcabral
Usuário Ouro
Usuário Ouro

Número de mensagens : 691
Data de inscrição : 25/10/2007
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Marcos Santos em Ter 12 Maio 2009 - 7:38

De qualquer forma, o Classe A (W168), apesar de não ser mais fabricado, está muito à frente das minivans citadas: Idea, Meriva, Scenic, etc

Marcos Santos
Usuário Prata
Usuário Prata

Número de mensagens : 270
Data de inscrição : 02/11/2008
Sexo : Masculino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por thcabral em Ter 12 Maio 2009 - 10:07

Apenas esclarecendo: Por gostar do assunto (CARRO), acabo ajudando um monte de gente a comprar (CARRO).
É que tinha ficado meio dúbio: parece que falei que ajudava um monte de gente a comprar revista...

thcabral
Usuário Ouro
Usuário Ouro

Número de mensagens : 691
Data de inscrição : 25/10/2007
Sexo : Masculino País : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que a Mercedes-Benz fez em Juiz de Fora

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 17:17


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum